quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Motoboy baleado por agente penitenciário, segundo o Jornal A Cidade.

Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/noticias/policia/NOT,2,2,909891,Motoboy+e+baleado+por+agente+penitenciario+durante+briga+de+bar.aspx
Motoboy é baleado por agente penitenciário durante briga de bar




Jornal A Cidade - Da reportagem



Um motoboy de 26 anos foi baleado por um agente penitenciário na noite de terça-feira (17), durante uma briga de bar no Terra Chopp, no Jardim Irajá, em Ribeirão Preto.

De acordo com o boletim de ocorrência, autor e vítima estavam no bar quando começou uma briga generalizada e o autor, que possuía uma arma devido a sua ocupação, teria efetuado um disparo a fim de conter o tumulto, pois estaria sendo agredido.

O autor afirma não ter conhecimento, mas foi avisado pelo gerente do local que um homem foi atingido pelo disparo e socorrido por populares à Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas, onde permanece em observação na sala de trauma e não precisou passar por cirurgia.

O agente penitenciário, quando ficou sabendo do ocorrido, saiu do bar por medo de sofrer represálias. A polícia foi acionada, a arma do agente foi apreendida e o autor foi qualificado. A perícia compareceu ao local e o caso será investigado.

2 comentários:

  1. Governador de SP sanciona leis que valorizam policiais civis

    Duas medidas tomadas pelo governador Geraldo Alckmin na última semana vão aumentar o salário de delegados, escrivães e investigadores da Polícia Civil a partir do ano que vem. As leis foram sancionadas na semana passada e publicadas no Diário Oficial do Estado de sábado (14).

    A primeira delas - Lei Complementar 1.222 - cria o Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ) para a carreira de delegado de Polícia, reconhecida no ano passado como carreira jurídica, por meio da Emenda Constitucional nº 35. A medida elevará o salário inicial da carreira em torno de 25%.

    A segunda é o reajuste salarial a escrivães e investigadores como reconhecimento ao nível universitário exigido em ambas as carreiras. A Lei Complementar 1.223 prevê aumentos em duas etapas que podem chegar a 17,5%.

    As duas medidas foram comemoradas pelo delegado-geral da Polícia Civil, Luiz Mauricio Souza Blazeck, que agradeceu o apoio recebido pelo governador e pelo secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira.

    “No sábado, saiu a sanção do governador para os projetos que reestruturaram as carreiras da Polícia Civil. Os dois [projetos] avançaram graças ao apoio que recebemos. As conquistas foram possíveis porque vocês [governador e secretário] acreditaram nelas, não teríamos alcançado se vocês não tivessem se sensibilizado”, falou o delegado-geral durante reunião do Conselho da Polícia Civil nesta quarta-feira (17).

    A reunião do colegiado, que reúne os diretores de departamentos da Polícia Civil, aconteceu na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e, pela segunda vez, contou com a participação de um governador de Estado. Antes de Alckmin, o único a participar de um encontro do Conselho da Polícia Civil foi Jorge Tibiriçá, em 1905.

    “Essas iniciativas de valorização e motivação nos dão respaldo e incentivo. Sabemos das dificuldades, por isso nosso esforço é no sentido de retribuirmos à sociedade e ao senhor [governador] esse apoio prestado. Vamos nos esforçar para não decepcionar”, disse o secretário da Segurança ao agradecer a presença de Alckmin no encontro.

    Contratação recorde

    Ainda durante a reunião, Blazeck lembrou a contratação recorde que a Polícia Civil fará com a abertura de concursos públicos em diversas carreiras. O delegado-geral ressaltou que serão 5.684 vagas abertas para a instituição – entre concursos em andamento e outros que ainda serão abertos até o final do ano.

    “Esse é um número nunca alcançado. Será atingido pela primeira vez na história da Polícia Civil de São Paulo”, comemorou o delegado-geral, que enfatizou investimentos de mais de R$ 107 milhões do Governo do Estado para construção e reforma de prédios, além de compra de materiais e equipamentos.

    Ao final da reunião, Blazeck homenageou Alckmin e Grella com placas. “A Polícia Civil tem um trabalho muito importante para se fazer cumprir a lei. As conquistas de vocês são conquistas da sociedade de São Paulo”, concluiu o governador.


    Mainary Nascimento

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.