quarta-feira, 10 de maio de 2017

Paulinho da Força ajudava a desmantelar greves, afirma delator

A notícia é do mês passado, mas só vi agora.
Conhecemos muito bem essa estratégia, ou não?

Fonte:
http://extra.globo.com/noticias/brasil/paulinho-da-forca-ajudava-desmantelar-greves-afirma-delator-21209414.html

Paulinho da Força ajudava a desmantelar greves, afirma delator
Eduardo Bresciani - O Globo

BRASÍLIA— O deputado federal Paulo Pereira da Silva (SD-SP), presidente da Força Sindical, atuou como um “tutor” para ajudar a Odebrecht a lidar com movimentos sindicais. A declaração é do ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Reis. Ao menos desde as eleições de 2010, Paulinho recebeu, segundo delatores, recursos de caixa dois da construtora para auxiliar na relação com movimentos grevistas. No total, R$ 1,2 milhão teria sido pago em duas campanhas.
Reis afirma que Paulinho recebeu em 2014, na sede sede da central sindical, R$ 1 milhão em espécie como contrapartida pela ajuda à empresa.




— Na verdade, esse pagamento tinha o objetivo de que se mantivesse com ele (Paulinho) uma relação boa, e, através dele, quase que uma tutoria para a gente saber lidar com movimentos sindicais e centrais sindicais, já que ele era um dos pioneiros das centrais no Brasil — afirmou Reis.
O executivo conta que seu relacionamento com o parlamentar começou em 2013, durante as manifestações de junho. Reis lembra que a empresa teve sua sede em São Paulo invadida e cita a greve na Empresa Brasileira de Terminais Portuário (Embraport), que pertence à Odebrecht, como um dos episódios em que contou com a ajuda do deputado sindicalista. Paulinho recomendou estratégias para a Odebrecht, apresentou pessoas que podiam ajudar a debelar greves e promoveu contatos com representantes do movimento sem teto para evitar novas invasões.

PAGAMENTOS EM ESPÉCIE
Em 2014, Paulinho marcou um café com o executivo no bairro da Aclimação, em São Paulo, a poucos metros da sede da Força. Ele relatou dificuldades em bancar as campanhas do partido que tinha criado recentemente, o Solidariedade, e pediu dinheiro. Reis levou o pleito adiante, e o dinheiro foi liberado com dois pagamentos, de R$ 500 mil cada, feitos em espécie na sede da central.
A empresa já mantinha relação com o sindicalista antes do contato de Reis. Outro executivo da empresa contou em sua delação ter recebido a ajuda de Paulinho para lidar com greves. Alexandrino Alencar diz que o deputado o auxiliou a debelar mobilizações na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e nas obras das usinas hidrelétricas do Rio Madeira, em Rondônia. Posteriormente, Paulinho pediu R$ 200 mil para sua campanha em 2010 e foi atendido.

Esse pagamento também foi feito em espécie, sem registro de doação eleitoral, conforme afirmam dois delatores. Alexandrino ressalta que esperava ainda ser ajudado pela influência de Paulinho junto a um integrante do Fundo de Investimentos do FGTS que era indicado pela Força.
Paulinho afirma que a Odebrecht doou R$ 1 milhão para o partido de forma oficial em 2014 e que os recursos foram divididos para vários candidatos a deputado federal e estadual, sendo que somente R$ 158,5 mil foram destinados à sua própria campanha. Afirma, ainda, que por sua liderança é sempre solicitado a atuar em conflitos trabalhistas.

OUTRO LADO
“Como presidente da Força Sindical, que representa 2.000 entidades em todo o Brasil, sempre sou solicitado, por minha liderança e experiência, a ajudar a solucionar conflitos em grandes demandas trabalhistas”, afirmou o deputado, por meio de uma nota distribuída por sua assessoria.


Leia mais: http://oglobo.globo.com/oglobo-21209402#ixzz4ggilVjER

9 comentários:

  1. Quem é amigo da farsa farsante é...

    ResponderExcluir
  2. NENHUMA NOVIDADE. É DO FEITIO. REVEJAM ISTO (emanuel- assis): "(...)Um dos executivos da Odebrecht mais próximos de Luiz Inácio Lula da Silva, Alexandrino Alencar DISSE aos procuradores da Lava-Jato que a empreiteira PASSOU A FAZER PAGAMENTOS a Frei Chico, IRMÃO do ex-presidente, por indicação do próprio Lula. Segundo Alexandrino Alencar, antes de Lula chegar ao poder Frei Chico recebia para fazer a INTERLOCUÇAO da Odebrecht com sindicatos.(...)"- site veja.com

    ResponderExcluir
  3. Todos aí sindicalistas agem desta forma nos apunhala pelas costas. Raça dos infernos, mesma coisa são os DGs e Diretores das cadeias.

    ResponderExcluir
  4. Em 2014 foi desta forma, acenderam o estopim apenas para fazer barulho no linhão de Dracena e quando tentaram apagar já era tarde, pararam mais de 80 unidades prisionais em dois dias e o Sindasp perdeu a mão e no fim todos viram o que deu

    ResponderExcluir
  5. Qual a novidade?...Muitos colegas votaram nesse mala do Paulinho da força sindical...no Lula...no Alkimim...fizeram campanha...gritaram para apoiar...e agora ficam indignados com as atitudes delatadas dos mesmos...Qual a novidade?... É só ver o q eram e o q são hj...como conseguiram?...Nunca...Mas ainda tem gente q acredita...Como pode?...

    ResponderExcluir
  6. Se precisar de um Diretor de Núcleo que incorpora entidades no meio da reunião e entra com charuto para dentro da penitenciária para ajudar a desmantelar greves é só procurar em Guarulhos e de brinde vem um DG que não manda apurar nada !!!! é grátis !!!! e´s ó fazer o aperto de mão da maçonaria que não abrem sindicância nenhuma !!! é muito bom amiguinhos !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então o "incorporador" é de Guarulhos? Então ele entra com charuto mocosado? E qdo começar a entrar com galinha, bode??? Kkkkk! Será que vai tomar cuidado pro chifre do bode num pegar na bordinha??? Kkkkk

      Excluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.