terça-feira, 16 de maio de 2017

Polícia Militar de SP prepara compra inédita de armas no exterior


Veja no link abaixo que a PM doou 1.500 pistolas .40 para a SAP, segundo a PM a .40 da Taurus tem dado muito problema.
Minha mãe já dizia, quando a esmola é demais o santo desconfia.


Fonte da matéria abaixo: Folha SP.
Polícia Militar de SP prepara compra inédita de armas no exterior

Cris Faga - 11.abr.2017/Fox Press Photo/Folhapress

SAO PAULO SP, SlP 11/04/2017ASSALTO JOALHERIA: Joalheria MV do n 73 da Barão de Paranapiacaba é assaltada na tarde desta terça (11) em São Paulo. Não houve vítimas. (Foto: Cris Faga/Fox Press Photo) *** PARCEIRO FOLHAPRESS - FOTO COM CUSTO EXTRA E CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS ***
Policial militar segura arma após assalto a joalheria no centro de São Paulo
ROGÉRIO PAGNAN
DE SÃO PAULO

16/05/2017 02h00

PUBLICIDADE




Após duas décadas utilizando pistolas de uma mesma marca, alvo de questionamentos técnicos, a Polícia Militar de São Paulo prepara uma licitação internacional para comprar novo armamento.

A previsão é adquirir 5.000 pistolas.40 para a tropa de choque, que inclui a Rota (grupo de elite da polícia).

A Polícia Militar já obteve autorização do Exército para a compra internacional e aguarda parecer final da Procuradoria Geral do Estado.

Por ser algo inédito em São Paulo, a corporação também realizou audiência pública em março para apresentar detalhes técnicos do armamento que pretende adquirir.

Segundo a gestão Geraldo Alckmin (PSDB), nove empresas mostraram interesse na disputa. Com efetivo próximo de 90 mil agentes e orçamento de R$ 14,8 bilhões por ano, a PM paulista é a principal compradora de armas do país –desembolsou R$ 29 milhões nos últimos cinco anos.

A autorização do Exército é considerada um entrave porque, pelo Estatuto do Desarmamento, de 2003, não é permitido adquirir armamento importado quando existe similar nacional, como ocorre com as pistolas.

O mercado brasileiro, porém, é considerado restrito –tendo a Taurus como principal fornecedora e contratada em São Paulo muitas vezes por dispensa de licitação.

LICITAÇÃO DE PISTOLASOpção nacional teve resultados piores do que importada em teste do Ministério da Justiça
A PM obteve a liberação do Exército para lançar uma disputa internacional porque a Taurus foi impedida de realizar novos contratos com a corporação por dois anos.

A sanção foi imposta à empresa pelo governo paulista em outubro passado, após problemas na execução de um contrato para fornecimento de 6.000 submetralhadoras.40.

A empresa não teria conseguido resolver os problemas técnicos das armas, por uma compra realizada em 2013. Procurada, a Taurus não quis comentar seu impedimento. Disse apenas, em nota, que acompanha a licitação da PM (leia abaixo).




FAVELA NAVAL

A compra de pistolas pela PM de São Paulo teve início em 1997, logo depois do episódio conhecido como "Caso da Favela Naval", reportagem exibida pela Rede Globo que mostrou cenas de extorsão e homicídio praticados por policiais militares em favela de Diadema, no ABC paulista.

A aquisição de novo armamento fazia parte de um processo de recuperação de imagem, que também passava pela renovação de procedimentos e cor da farda.

Na época, a principal arma utilizada pelos policiais eram os revólveres calibre.38.

Em 1997, um grupo de oficiais foi montado pela PM para realização de testes para escolha da melhor pistola disponível no mercado. Entre os participantes estavam Nilson Giraldi, hoje coronel da reserva, e Olímpio Gomes, que, além de major, é atualmente deputado federal pelo SD-SP.

"Das 12 pistolas avaliadas, a Taurus foi a pior delas. Um lixo. A melhor foi a Glock [austríaca], que custava U$ 800. Acabamos comprando a Taurus por US$ 1.400 sob a justificava de prestigiar a indústria nacional", diz Olímpio.

POLÍCIA FEDERAL

Nos últimos anos, outras instituições, como a PF (Polícia Federal), foram atrás de armamento importado.

O governo federal montou em 2013 um grupo de estudos para analisar as armas nacionais diante de notícias pelo país de acidentes com armas.

A partir do estudo, ao qual à Folha teve acesso, foram sugeridas, entre outras medidas, a realização de licitação internacional, já que a qualidade do produto nacional estaria em "patamares inadequados e inferiores às demandas operacionais" necessários.



OUTRO LADO

Procurada, a empresa Taurus não quis comentar os motivos que levaram a Polícia Militar de SP a impedi-la de participar de novas licitações no Estado. Em nota, disse apenas que acompanha o caso. "[A Taurus] procura sempre contribuir para o aparelhamento das forças policiais e, seguindo essa política, acompanha o processo de licitação da PM-SP."

Na resposta aos questionamentos, a empresa não admite nenhum tipo de problema em suas armas. Diz que as notícias a esse respeito fazem parte de uma campanha. "A empresa é alvo de uma campanha difamatória, movida por interesses comerciais e financeiros, que lança mão de informações incorretas para atingir sua reputação."

Ainda sobre a qualidade das armas, a nota da empresa diz que "o Exército Brasileiro fez avaliação completa do processo produtivo da Taurus e de suas armas e não encontrou falhas de projeto ou fabricação que sejam responsáveis por acidentes com armas de fogo."

"Laudos técnicos realizados de acordo com as normas em vigor também têm confirmado a ausência de responsabilidade da Taurus por tais incidentes."

Procurada, a Secretaria da Segurança não deu os detalhes que levaram ao impedimento da Taurus. Mandou para a reportagem trecho de um publicação do Portal da Transparência, que já havia sido enviada à Folha pelo Palácio dos Bandeirantes na última sexta (12), na qual diz que a sanção se deu "pela inexecução total ou parcial do contrato".

O secretário da Segurança, Mágino Alves Barbosa Filho, também não quis falar sobre o assunto.

20 comentários:

  1. A POLICIA FEDERAL USA PISTOLAS GLOCK HÁ QUASE DEZ ANOS,COMO VÁRIOS ARMAMENTOS IMPORTADOS : FUZIS E CARABINAS NA PLATAFORMA AR, COMO CARABINA M4 A-1, FUZIL DE ASSALTO LEVE M4 A 1; FUZIL DE ASSALTO LEVE CZ, M 16 E ATÉ O BOM E VELHO AR 15 E COLETES BALISTICOS NIVEL III COM PLACA BALÍSTICA.O UNICO ARMAENTO DECENTE HOJE FABRICADO PELA INDUSTRIA NACIONAL, SEJA TAURUS OU IMBEL, É O FUZIL DE ASSALTO I A 2 E SUA VERSÃO EM CARABINA SEMI AUTOMÁTICA, fuzil o qual a sap adquiriu recentemente no calibre 5,56 ;para os aevps.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra que essa redundância, meu caro? Se empolgou e falou demais? Plataforma AR, até vai, agora carabina e fuzil de assalto M4A1 é designação AMERICANA. O mesmo vale para o AR15/M16. É basicamente a mesma arma, porém o M16 é designação militar,NOS EUA. A PF usa os HK G36, e não fuzil CZ. Pelo menos não, até agora. Ah...e carabina e fuzil são "apenas" diferentes, quanto ao comprimento do cano, na nomenclatura mundial. No Brasil, "estranhamente", adotaram os nomes de carabina/fuzil para uma mesma arma, em dimensões praticamente iguais. A única diferença é quanto ao regime de tiro, onde o IA2 para os AEVPs só possui o tiro semi automático.Todo colete balístico TEM PLACA BALÍSTICA. TODOS!!

      Excluir
  2. todas as pistolas taurus em polímero não são confiaveis, eu tenho uma 838, mas não confio nela.as pistolas da série metálica ainda tem seus méritos, devido a plataforma beretta, mas pelo descaso da empresa com os clientes, taurus nunca mais ! só lembrando que taurus e rossi são empresas adquiridas pela cbc, empresa essa que não é bem vista no mercado internacional na fabricação de munições.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PELO AMOR DE DEUS! Vai estudar mais. Pistolas " da série metálica"? Sério isso? Que comparação magnífica, nunca vi isso. As pistolas da TAURUS que eram fabricadas com características das armas BERETTA eram excepcionais em funcionamento. Não por causa das características visuais, mas pela construção, sob licença, do projeto BERETTA. Quando passaram a fabricar pistolas com outros "design", tais como das pistolas da SIG/SAUER, HK, WALTER, até mesmo da GLOCK, cujos mecanismos são patenteados, os problemas começaram a aparecer na mídia. Vai saber o motivo...?! Se são fabricadas sob licença, ótimo. Se são fabricadas com "semelhanças" técnicas, justificaria os defeitos? Ou se trata de um grande plano, um lobby, para movimentar o mercado de armas no Brasil? Agora, vomitar que a CBC é dona da Taurus e Rossi, tenha dó dos outros, por favor. E que não é bem vista pelo mercado?? Pela madrugada.....

      Excluir
    2. ola amigo sabe tudo, só vou dar uma resposta pra provar que voce nao sabe tanto assim, caros amigos acessem esse link, para saber que realmente a cbc comprou a taurus : epoca.globo.com/colunas/-e-blogs-/.../bcbc-compra-taurusb-por-r-121-milhoes.html ou simplesmente busque no google : cbc compra taurus.Prezado sabe tudo, pesquise ai por gentileza, sempre podemos aprender com os outros.obrigado.Isso vale para todas as outras informaçoes que postei, é so pesquisarem que verão que são verídicas; um abraço e fé, disciplina e honra.

      Excluir
    3. as munições cbc são mal vistas sim no mercado internacional, tanto é fato que para vender nos E U A a cbc usa uma subsidiária com o nome de magtech, que vende munições com altos padrões de qualidade e melhor performance, pois as que são fabricadas aqui no brasil, são rejeitadas pelo mercado lá, é o mesmo caso do café, o que bebemos aqui é de segunda qualidade o melhor café é exportado para o mercado europeu e americano, o sabichão vai se informar antes de criticar o colega !

      Excluir
    4. A CBC COMPROU A TAURUS NO FINAL DO MES DE AGOSTO DO ANO DE 2014 POR CERCA DE 121 MILHÕES; O SABICHÃO, SABE DE NADA INOCENTE , TU TU TU PÁ !

      Excluir
  3. FORTALECER A PM PAULISTA É FORTALECER A NOSSA GENTE , URGENTE!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de saber porque a PM SP não declina interesse em adquirir pistolas Imbel, que é uma marca nacional e também possui o calibre .40

    ResponderExcluir
  5. A questão é...A SAP não tem nem a dignidade de comprar cadeiras para seus agentes trabalhar e passar 12 horas... estamos ficando velhos o com problemas na coluna de sentar nessas cadeiras que é uma afronta a dignidade do ASP, ainda querem que trabalhamos até os 65 anos para aposentar, essa porcaria de CIPA não serve pra nada, os DGs coronéis comandam ao seu Bel prazer.

    ResponderExcluir
  6. Quanto rolou para as armas de porte da glock não ser comercializada nesse país, o lobi da taurus no congresso é grande a taurus tem que falir e já era, a glock é a melhor arma de porte atualmente mas eu não tenho direito de ter uma pois o imposto é muito alto desencorajando uma eventual compra, temos a imbel muito resistente e precisão ótima vamos aos defeito gatilho estupidamente pesado, arma pesada, e o principal que a imbel não muda é que para acionar gatilho tem que acessar um botão alavanca ou algo do gênero o problema é que na hora estressante e pessoa só vai pensar acionar gatilho e vai esquecer qualquer outra coisa, resumo estamos ferrados com essas armas meia boca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor Cabeçudo, presta atenção! Armas do "porte da Glock"?? A Glock é a pioneira no uso de polímeros na fabricação do chassi. Patenteada. Desse ponto "errado" de vista, a TAURUS também fabricou armas "do porte da Glock", usando polímeros, da mesma forma. Mas não alcançou a fama esperada, aqui no Brasil. As pistolas da IMBEL são TODAS em "AÇÃO SIMPLES", e portanto, demandam treinamento, do tipo "saque israelense", para manuseio adequado do profissional da segurança pública. Armas de ação simples são muito usadas por militares. As pistolas da IMBEL são fabricadas sob a "plataforma" COLT, que são maravilhosas desde antes de 1911, quando lançaram a COLTM1911 em calibre .45 ACP. Até hoje, insubstituível. Mas, para o brasileiro idiota, armas de ação simples são bichos de 8 cabeças, e não "parecem" adequadas para emprego em Segurança Pública.

      Excluir
    2. caro sabe tudo, não critique nossos irmãos e companheiros de trabalho, apenas ensine, informe e fortaleça nossa categoria.Deixo pra voce um pensamento de Sócrates :INTELIGENTE É AQUELE QUE NÃO SE CANSA DE APRENDER....e ao menos que seu nome seja google pare de agir como se soubesse tudo....rsrs.

      Excluir
  7. A história agora é diferente a Taurus está proibida de fabricar a 24/7 e a pró-tatical (as duas que se encaixam nas especificações técnicas exigidas no edital) a linha nova ainda não está pronta, e mesmo que estivesse a Taurus foi penalizada com dois anos de gancho, quanto à participação de licitações pelo EB, só poderá voltar a oferecer armas ao governo em 2019, só restaria a Imbel que ainda não possui uma arma com todas as especificações, mas está trabalhando na MD4, lançada na LAAD no Rio de Janeiro mês passado, mas ainda não está disponível para a venda. Então no momento a indústria nacional não tem nada similar para oferecer à PMSP, o que, em tese, autoriza a compra de fornecedores estrangeiros.

    ResponderExcluir
  8. E quem sera que vai receber as pistolas que a PM vai desovar 24/7, essas sim a bucha, os aevps!!!!!, e se os asps pedir também receberão e ainda sobra pra doação pra outros estados!!!na verdade todos merecemos Glock, mas vai demorar.....

    ResponderExcluir
  9. Será que a diretoria de Mairinque vai se preparar para que não ocorra novos casos de furto de arma de funcionários de dentro do cofre da cadeia ??
    Espero que a diretoria esteja em QAP total e se comprometa em ajudar o AEVP nessa !

    ResponderExcluir
  10. VAMOS USAR O BOM E "VELHO ESTILINGUE"....NÃO FALHA...... BARATO E FACIL.. DE ACHAR PEÇAS..KKKK

    ResponderExcluir
  11. Atualmente, em se tratando de pistola, não sou conhecedor profundo do assunto, mas somente um consumidor; a pistola GLOCK tem seus méritos, é por isso que é usada por vários grupos de policias do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza irmão, pistola é glock, o resto é falácia do sabe tudo ali de plantão, criticar tudo mundo, rsrs;

      Excluir
  12. Sera que a imbel nao pode oferecer a pm sp a pistola xd 40 que ela fabrica sob licença da springfield armory.so uma curiosidade de um amador.nao sou especialista.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.