segunda-feira, 15 de maio de 2017

Vamos focar na reforma da previdência, esqueça a Polícia Penal, ao menos por enquanto.

Acompanho a questão da luta pela Polícia Penal desde o ano de 2004, quando foi criada essa PEC (Projeto de Emenda a Constituição), pelo Deputado Newtom Lima, que não foi mais eleito Deputado, com isso o Deputado Arnaldo Faria de Sá passou a chamar essa PEC de sua, sabendo que mexeria com sonhos de alguns trabalhadores e quem sabe conquistar alguns votos no estado de São Paulo, Estado que esse Deputado representa.

Admirei o protesto na Câmara Federal depois que praticamente fomos chamados de moleques, mas não gostei do protesto no prédio do Ministério da Justiça, antes de eleger uma comissão e entrar para falar com o Ministro, o que fiquei mais pasmo ainda, foi que quando invadido o Ministério da Justiça, os agentes penitenciários gritavam: POLÍCIA PENAL, POLÍCIA PENAL, POLÍCIA PENAL...

Oras, se a questão é a reforma da Previdência, porque vamos ficar lembrando da questão Polícia Penal, que há 13 anos tem promessa dos Deputados de colocar em pauta para votação e nunca conseguiram, esse não é o momento, talvez quando o sistema prisional estava na imprensa todo os dias pelas matanças em alguns estados do Norte e Nordeste fosse o momento mais adequado.

Muitos agentes penitenciários de alguns estados querem muito mais que a Polícia Penal sejam aprovada do que nós do estado de São Paulo, temos agentes penitenciários em 27 federações e os Federais ainda, tenho certeza que as necessidades no Amapá não são as mesmas que em São Paulo, com todo respeito aos agentes penitenciários do Amapá, muitos estados tem agentes penitenciários contratados que não são concursados, outros estados tem agentes penitenciários que são cargos comissionados, mas mesmo que você acredite que a Polícia Penal é a salvação da nossa classe tão sofrida, acho que esse não é o momento para reivindicar essa votação, que assim como a reforma da previdência que precisa de 308 votos SIM e mesmo a reforma da previdência tendo um interesse muito grande do governo federal e de muitos políticos desse país, inclusive gastam dinheiro público para fazer propaganda sobre essa reforma da maldade em toda a imprensa, além de que os maiores meios de comunicação desse país também lutam para que essa reforma seja aprovada e mesmo assim acredito que não será, imagine se a PEC 308/2004 ou a PEC 14/16 terá todo esse envolvimento do Congresso, da imprensa e dos grandes empresários desse país que compram o Congresso através de loby político.

Devemos esquecer de querer destaque no projeto, a OIT e os organismos internacionais dos trabalhadores reconhecem o nosso trabalho como insalúbre, se por um acaso a reforma for aprovada e não citando os agentes penitenciários novamente, conseguiremos no STF assim como foi a Súmula Vinculante 33.

Por essas e outras que acho que no momento quem deve implorar por nos incluir nessa reforma da maldade são os deputados e o Governo Temer. Já nos fizeram de moleques, agora a nossa fala tem que ser CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, que ela não seja aprovada e devemos preparar as fotos e os nomes dos deputados de São Paulo que votarem a favor dessa reforma para divulgarmos para a sociedade e ficarmos fazendo campanha contra a reeleição dos mesmos até o dia da eleição em 2018.
Continua abaixo da publicidade




Veja a PEC 308 na íntegra: http://jenisandrade.blogspot.com.br/2017/01/audio-sobre-pec-3082004-divulgado-no.html.
Postado por Jenis Andrade às 14:16

27 comentários:

  1. Os sindicatos de SP não tem voz ativa entre os sindicatos, os nordestinos e os cariocas querem muito a polícia penal, os de SP que deveriam ser a locomotiva na representação da categoria, são meros coadjuvantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, eles não tem credibilidade.

      Excluir
  2. INFELIZMENTE NÃO EXISTE UNIÃO DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS NO BRASIL, NÃO PRECISO FALAR MAIS NADA.

    ResponderExcluir
  3. JENIS ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM PARA ABRIR A MENTE DA CATEGORIA, VAMOS ACORDAR GENTE É SÓ ANALISAR A SITUAÇÃO... PARABÉNS COMPANHEIRO.

    ResponderExcluir
  4. Apoio total ao hot dog do Marquinho . delicioso

    ResponderExcluir
  5. O sr Michel temer se aposentou com cinqüenta e poucos anos, e agora ele não esta preocupado com mais ninguém.agora sobre a pec 308/2004 o problema e que disseram que não querem criar outra policia.e ainda mai que o policial penal iria investigar e ter muitas outras atribuições,a policia militar queria investigar sendo que esta atribuição e da civil.eu acho que tem muita coisa contra a aprovacao da pec 308/2004.eu acho que a pec 308/2004 deveria ser mais simplificada,não aumentando tantas atribuições pra policia penal ,criando uma policia penal mais simples só assim eu acho que seria mais fácil de ser aprovada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro ,colega tambem sou a favor da não votação da pec da previdencia ,agora sobre a policia penal,quando ela foi discutida na comissão de constituição e justiça ,esta atribuições de investigações e capturas foram tiradas ,ficando somente a nomeclatura a custodia e a movimentação (transferencia) dos presos..

      Excluir
  6. O mestre dos magos vai chegar e mostrar o caminho para nos asp

    ResponderExcluir
  7. verdade....o foco agora é a inclusão na reforma.....nada adiantaria sermos policiais penais se o texto da reforma nao tratar do assunto em tela

    ResponderExcluir
  8. Sou contra essa PEC 308 que só arrasta o guarda...mas se não conseguirmos ficar fora da previdência somos obrigados a lutar pela PEC para entrarmos na constituição como polícia sem ser polícia....o profissão ingrata...

    ResponderExcluir
  9. Quero saber se essa aposentadoria que tantos querem ser inclusos 25anos se vamos sair com integralidade e paridade ou vai ser igual a que temos enganosa nao tem nada de especial.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite! Galera,
    Gostaria de deixar meu ponto de vista aqui.
    Se a pec 308 for aprovada automáticamente , nós seríamos contemplado por direito com aposentadoria especial, agora vejo aqui algumas pessoas falando em aprovar a aposentadoria especial primeiro .
    Puxa vida pessoal será que o guarda é tão ruim assim que tem medo ou preguiça de ter que investigar de ter que fazer busca e apreensão dos indivíduos que não voltaram das saidinhas. PELO AMOR DE DEUS na radial fica quietinho ,mas na hora de fazer hora extra FALA IGUAl a Um polícial.

    ResponderExcluir
  11. Aviso aos navegantes guerreiros do sistema prisional dificilmente mais muito difícil nós agentes ganhar aposentadoria especial, eu nem estou contando com isso, agora policia penal pode esquecer, não vai ser aprovada nem vai para frente, os governantes querem nós como agente socioeducativo desses marginais, o sindmerda junto com Daniel-larapio é atrelado a esse desgoverno onde seu interesse é ser político a custa dos ASP de SP, então não temos representantes de verdade e sim uma corja de vagabundos oportunista querendo se dar bem a qualquer custo, não sou pessimista mas a realidade deste país que não respeita seus policiais imagine o ASP a mídia por sua vez não é simpática a nossa causa, isso seria um passo para policia penal começar a engatinhar fora isso é só enrolação e conversa.

    ResponderExcluir
  12. aprovem a pec 308 eu quero ser puliça amém JE$U$ kkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Mal temos efetivo pra cobrir um plantão, quanto mais escoltar, apresentar e "investigar", jegue hein

    ResponderExcluir
  14. EU SOU A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDENCIA (SEM INJUSTIÇAS A NOSSA CLASSE), POIS QUAL GOVERNANTE A FARIA DAQUI PRA FRENTE? SE NÃO AGORA, JAMAIS, POIS QUAL CANDIDATO A COLOCARIA NA SUA PLATAFORMA DE GOVERNO? SE NÃO FOR FEITA AGORA, NOSSOS FILHOS SERÃO ALVOS DE UM PAIS SEM DINHEIRO PARA PAGA-LOS QUANDO DA SUA APOSENTADORIA. VIDE O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, QUE PASSA POR UMA CRISE ONDE APOSENTADOS E PENSIONISTAS FICARAM SEM RECEBER. OS SINDICATOS ESTÃO NA LUTA, MAS VISANDO O FIM DA PROIBIÇÃO DA COBRANÇA DO IMPOSTO SINDICAL OBRIGATORIO. VOU SER SINCERO, NOSSA META AGORA É LUTAR PELA PEC 308 E MAIS NADA.

    ResponderExcluir
  15. eu só quero saber da bóia kkkkk

    ResponderExcluir
  16. Tanto a polícia penal como a inclusão dos agentes penitenciários na nova reforma da previdência, são questões de relevância para a categoria. Mas tenho que concordar que cada assunto deve permear o momento que estamos vivendo, neste caso, a questão que vêm a tona é a reforma da previdência. Nesse sentido, é mais favorável a luta pela previdência do que querer colocar a polícia penal num momento fora de contexto.

    ResponderExcluir
  17. Discordo de quase tudo, primeiro a inclusão do quadro de agentes penitenciários no Artigo 144 da Constituição Federal, reconhecendo-o como Instituição inerente à Segurança Pública, se não querem ser polícia, o nome em sí não muda em nada as atribuições existentes e quanto às novas atribuições, o legislador prevê a criação de novos cargos. Eu acredito que essa é a única forma de padronizar, unificar, fortalecer e estruturar TODA a categoria, em âmbito nacional, isso, na minha visão traria automaticamente todos os benefícios das demais polícias, inclusive a aposentadoria especial, é claro que não é, e jamais será uma luta fácil. Mas para que aconteça não devemos nos acovardar, tampouco contentar-nos com esmolas, e não há um momento mais propício do que este, onde "ganhamos" notoriedade nos telejornais, lembrando que somos uma categoria profissional "invisível" para a grande maioria da população. Portanto a hora é e sempre será esta. Ou acostume-se a ser visto como aquele que oprime as pobres vítimas da sociedade, que é SEMPRE retratado pela dramaturgia como corrupto e preguiçoso, eternos "carcereiros" não menosprezando o passado da profissão, mas lembrados pelas mazelas de outros tempos. NÃO É UMA QUESTÃO DE SER OU NÃO SER POLICIAL, É UMA QUESTÃO DE RECONHECIMENTO, NÃO ME IMPORTO EM CONTINUAR A SER CHAMADO DE AGENTE.

    ResponderExcluir
  18. Polícia Penal o escambau, sempre seremos "Agentes de Segurança Penitenciária" ... quem quizer ser "Polícia" vá prestar concurso da SSP, pois vcs prestaram para a SAP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente caro colega, quem quiser ser Polícia Militar, Federal, Cívil...deve prestar concurso para as devidas instituições específicas. Como nós nos enquadramos na esfera penal na sua execução, a classificação de nosso trabalho, em virtude das diversas atribuições, pode sim ser encarada como trabalho policial em diversos momentos, independente se prestamos concurso para a Secretaria da Administração Penitenciária. Nesse sentido, penso que a classificação policial condiz com a realidade.

      Excluir
  19. Polícia Penal já pec 308 e 287 esse é o momento...

    ResponderExcluir
  20. OLÁ JENIS!
    SOU ASP EM PRESIDENTE BERNARDES, E GOSTARIA QUE VC FIZESSE UMA PESQUISA SOBRE O APLICATIVO: "MUDAMOS", PARA INFORMAR AOS ASP's
    SOBRE A FERRAMENTA ENORME QUE TEMOS EM MÃOS. AFINAL PARECE QUE POUCOS CONHECEM. OBRIGADO PELA ATENÇÃO. ABRAÇOS!

    ResponderExcluir
  21. Uma vez guarda, sempre será guarda. Contentem-se.

    ResponderExcluir
  22. palavras do relator da pec da previdencia, porque os asp não,

    Mas e a questão dos policiais legislativos, dos policiais federais? Existe em todos os países do planeta uma aposentadoria diferente para policiais, porque o cara tem de empreender força física. No dia em que teve invasão aqui você acha que um senhor de 65 anos poderia enfrentar aquele confronto?.

    E os ASP não fazem isso?

    https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2017/05/17/privilegio-e-se-aposentar-com-dois-mandatos-diz-arthur-maia.htm

    ResponderExcluir
  23. OS ASP,S E OS AEVP,S FAZEM EXATAMENTE FUNÇÕES POLICIAIS , E VÃO MAIS ALÉM , ENTÃO PAREM DE FALAR BOBAGENS , TEM QUE SE VALORIZAR , ESSA PEC 308/04 , É PONTO DE HONRA PARA A CATEGORIA QUE PÕE A CARA À TAPA E A VIDA EM RISCO . FICA A DICA.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.