sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Nova alteração na resolução do uniforme, publicado hoje, 04/08.

Pelo que vi as pressas (já que estou indo para o plantão), foi que as alterações foram algumas questões técnicas no que diz respeito ao coturno, que na resolução chama de bota. Lembro que se você chamasse coturno de bota no Exército na década de 90, alguém lhe corrigia dizendo: "bota é da Xuxa, soldado usa coturno".

Leia as alterações abaixo da publicidade e vamos debater o que muda.






Administração
Penitenciária
GABINETE DO SECRETÁRIO
Resolução SAP-103, de 3-8-2017
Altera dispositivos da resolução SAP 095, de
17-07-2017, para os fins que especificas
O Secretário da Administração Penitenciária resolve:
Artigo 1º - Alterar a redação do inciso VIII do artigo 1º, da
Resolução SAP – 95, de 17-07-2017, que passa a vigorar com
os seguintes termos:
Parágrafo único: bota: modelo feminino; sem material
metálico. Forma conforme tabela 1 (perfil M) da ABNT NBR
15159:2013, deverá ser larga e alta no dorso do pé (perímetro),
não devendo apertar nenhuma parte do pé do usuário
quando em uso, sendo aceitável tolerância (1/2) ponto maior
do que o normal (comprimento); Gáspea em couro vacum, flor
integral hidrofugada, acabamento com estampa pólvora lisa,
cor preta, espessura 1,7 a 1,9 mm, classificação de 4ª ou 5ª,
união nas peças do cano através de 2 (duas) costuras, forrada
em não tecido de fibra curta, absorvente composto de poliéster
com tratamento antifungo e antibacteriana, com gramatura
mínima 225 g/m2 e espessura mínima de 1,9 mm; Lingueta em
sistema solidária (língua semifole), costurada na face interna
do cabedal e gáspea, em couro macio em napa soft batida, na
cor preta, espessura 1,0 mm a 1,2 mm com resistência mínima
de 30 N com costura para fixação da espuma de poliuretano
com espessura de 8 mm e densidade 33 Kg/m3, forro na cor
grafite, dublado com manta em não tecido de alta absorção,
com adesivo respirável, proporcionando alta permeabilidade
ao vapor de umidade. As partes das peças que ficam sobpostas
deverão ter bordas chanfradas com rebaixo (zero) e, as que
sobrepõem, com chanfro esquinado (fio) preservando parte do
“carnal” e a resistência do material. Deverá ter 8 (oito) ilhoses
por pé, em material não metálico na cor preta, com pé medindo
7 mm, furo 4,5 mm e cabeça 10 mm, redondo e mais 4 (quatro)
ilhoses de gancho por pé, em material não metálico na cor preta.
Biqueira em material termoplástico fundido e pré-moldado na
região da gáspea com espessura mínima de 0,8 mm. Palmilha
de montagem têxtil, com 2,5mm a 4,5mm de espessura, constituída
por fibras 100% poliéster em múltiplas camadas, flexíveis,
resistentes a perfuração mínima de 2.000 N, conforme norma
ABNT NBR ISO 20344:2015, montada pelo sistema strobel,
abrangendo 100% da planta do calçado. Palmilha de limpeza
(sobre palmilha) em palmilha com base em PU poliéster de alto
desempenho, podendo ser lavável e higienizável, com espessura
mínima de 2 a 3 mm no ponto A, 4 a 5 mm no ponto B e 6,5
a 7,5 mm no ponto C, revestida em tecido de poliéster na cor
preta onde a junção entre as partes referentes à dublagem do
tecido com a base de PU não pode separar com o uso sendo
01 (um) par de palmilhas para em cada par de calçado. Contraforte
em termoplástico, como base suporte um não tecido,
impregnado por resinas termoplásticas com recobrimento de
adesivo hot melt em ambos os lados. Em formato anatômico e
conformado termicamente, devendo possuir espessura 1,4 a 1,6
mm, o qual deverá ser chanfrado a fim de melhor acabamento
interno. Cordão (atacador) em composição em poliéster na cor
preta, formato roliço com enchimento de algodão e ponteiras
resinadas longas e comprimento de 120 mm para o número 40,
adequar para números maiores e menores. Taloneira com reforço
traseiro, couro vacum, flor integral hidrofugada, acabamento
com estampa pólvora lisa, cor preta, espessura 1,7 a 1,9 mm,
classificação de 4ª ou 5ª unida ao cano e colarinho através
de 2 (duas) costuras. Cano e Ferradura em vaqueta de flor
integral estampa pólvora hidrofugado 1,7mm a 1,9mm unidas
nas demais peças através de 2 (duas) costuras; o cano deverá
ter internamente forro com tratamento antimicrobiano, na cor
grafite, com sistema DRY de alta absorção a umidade e grande
resistência a abrasão, 100% poliéster com multifilamento 2D
dublado com manta em não tecido de alta absorção, com adesivo
respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor
de umidade; suador em não tecido de fibra curta, absorvente
composto de poliéster com tratamento antifungo e antibacteriano,
com gramatura mínima 225 g/m2, espessura 1,9 mm, o
mesmo deverá ser fixado no forro do cano através de costura em
zig-zag; vista cano confeccionado em tecido de 90% poliamida
e 10% poliéster, na cor preta, com tratamento hidro-repelente
dublado com manta em não tecido de alta absorção gramatura
de mínimo 400 g/m2, o adesivo utilizado na dublagem deve
ser respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor de
umidade, deve ser utilizado entretela em lona crua para melhor
estrutura e aspecto visual do calçado, a sobreposição das peças
deverão obedecer às marcações de sobreposição; colarinho
cujo o design deve ter 3 (três) gomos com distancia entre os
gomos de 15 mm, confeccionado em tecido de 90% poliamida
e 10% poliéster, na cor preta, com tratamento hidrorrepelente
dublado com manta em não tecido de alta absorção gramatura
de mínimo 400 g/m2, o adesivo utilizado na dublagem deve
ser respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor
de umidade, as sobreposições de peças deverão obedecer as
marcações; a altura do cano será conforme expressa em 129
milímetros, para o número 40, adequar para números maiores
e menores, medindo-se da parte interna (centro do calcanhar)
do cano até a parte mais alta, próxima ao último ilhós, com a
palmilha de limpeza. Solado e salto: Solado antiderrapante de
injeção direta bidensidade e bicomponente com entressola em
poliuretano poliéster baixa densidade e camada compacta em
TPU com excelentes propriedades de conforto e durabilidade; a
primeira camada (entressola), macia e leve, deverá ter no mínimo
0,4 g/cm3 de densidade e no mínimo 2 mm de espessura de
massa; a segunda camada (solado) camada compacta em TPU,
com excelentes propriedades de conforto e durabilidade deverá
ser resistente à abrasão, objetos cortantes e perfurantes, e ter
mínimo 1,0 g/cm3 de densidade e mínimo 2 mm de espessura de
massa, com antiderrapantes mínimo 6,0 mm de espessura total
entre as duas camadas compacta + entressola; salto medindo
no mínimo 20,0 mm de espessura (excluído o antiderrapante),
e com sistema de amortecimento de impacto na região do
calcanhar, devendo atender no mínimo 20 J de absorção de
energia no calcanhar.


Artigo 2º - Acrescer o inciso IX ao artigo 1º, da Resolução
SAP – 95, de 17-07-2017, que passa a vigorar com os seguintes
termos:
Parágrafo único: bota: modelo masculino; sem material
metálico. Forma conforme tabela 2 (perfil M) da ABNT NBR
15159:2013, deverá ser larga e alta no dorso do pé (perímetro),
não devendo apertar nenhuma parte do pé do usuário
quando em uso, sendo aceitável tolerância (1/2) ponto maior
do que o normal (comprimento); Gáspea em couro vacum, flor
integral hidrofugada, acabamento com estampa pólvora lisa,
cor preta, espessura 1,7 a 1,9 mm, classificação de 4ª ou 5ª,
união nas peças do cano através de 2 (duas) costuras, forrada
em não tecido de fibra curta, absorvente composto de poliéster
com tratamento antifungo e antibacteriana, com gramatura
mínima 225 g/m2 e espessura mínima de 1,9 mm; Lingueta em
sistema solidária (língua semifole), costurada na face interna
do cabedal e gáspea, em couro macio em napa soft batida, na
cor preta, espessura 1,0 mm a 1,2 mm com resistência mínima
de 30 N com costura para fixação da espuma de poliuretano
com espessura de 8 mm e densidade 33 Kg/m3, forro na cor
grafite, dublado com manta em não tecido de alta absorção,
com adesivo respirável, proporcionando alta permeabilidade
ao vapor de umidade. As partes das peças que ficam sobpostas
deverão ter bordas chanfradas com rebaixo (zero) e, as que
sobrepõem, com chanfro esquinado (fio) preservando parte do
“carnal” e a resistência do material. Deverá ter 8 (oito) ilhoses
por pé, em material não metálico na cor preta, com pé medindo
7 mm, furo 4,5 mm e cabeça 10 mm, redondo e mais 4 (quatro)
ilhoses de gancho por pé, em material não metálico na cor preta.
Biqueira em material termoplástico fundido e pré-moldado na
região da gáspea com espessura mínima de 0,8 mm. Palmilha
de montagem têxtil, com 2,5mm a 4,5mm de espessura, constituída
por fibras 100% poliéster em múltiplas camadas, flexíveis,
resistentes a perfuração mínima de 2.000 N, conforme norma
ABNT NBR ISO 20344:2015, montada pelo sistema strobel,
abrangendo 100% da planta do calçado. Palmilha de limpeza
(sobre palmilha) em palmilha com base em PU poliéster de alto
desempenho, podendo ser lavável e higienizável, com espessura
mínima de 2 a 3 mm no ponto A, 4 a 5 mm no ponto B e 6,5
a 7,5 mm no ponto C, revestida em tecido de poliéster na cor
preta onde a junção entre as partes referentes à dublagem do
tecido com a base de PU não pode separar com o uso sendo
01 (um) par de palmilhas para em cada par de calçado. Contraforte
em termoplástico, como base suporte um não tecido,
impregnado por resinas termoplásticas com recobrimento de
adesivo hot melt em ambos os lados. Em formato anatômico e
conformado termicamente, devendo possuir espessura 1,4 a 1,6
mm, o qual deverá ser chanfrado a fim de melhor acabamento
interno. Cordão (atacador) em composição em poliéster na cor
preta, formato roliço com enchimento de algodão e ponteiras
resinadas longas e comprimento de 120 mm para o número 40,
adequar para números maiores e menores. Taloneira com reforço
traseiro, couro vacum, flor integral hidrofugada, acabamento
com estampa pólvora lisa, cor preta, espessura 1,7 a 1,9 mm,
classificação de 4ª ou 5ª unida ao cano e colarinho através
de 2 (duas) costuras. Cano e Ferradura em vaqueta de flor
integral estampa pólvora hidrofugado 1,7mm a 1,9mm unidas
nas demais peças através de 2 (duas) costuras; o cano deverá
ter internamente forro com tratamento antimicrobiano, na cor
grafite, com sistema DRY de alta absorção a umidade e grande
resistência a abrasão, 100% poliéster com multifilamento 2D
dublado com manta em não tecido de alta absorção, com adesivo
respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor
de umidade; suador em não tecido de fibra curta, absorvente
composto de poliéster com tratamento antifungo e antibacteriano,
com gramatura mínima 225 g/m2, espessura 1,9 mm, o
mesmo deverá ser fixado no forro do cano através de costura em
zig-zag; vista cano confeccionado em tecido de 90% poliamida
e 10% poliéster, na cor preta, com tratamento hidro-repelente
dublado com manta em não tecido de alta absorção gramatura
de mínimo 400 g/m2, o adesivo utilizado na dublagem deve
ser respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor de
umidade, deve ser utilizado entretela em lona crua para melhor
estrutura e aspecto visual do calçado, a sobreposição das peças
deverão obedecer às marcações de sobreposição; colarinho
cujo o design deve ter 3 (três) gomos com distancia entre os
gomos de 15 mm, confeccionado em tecido de 90% poliamida
e 10% poliéster, na cor preta, com tratamento hidrorrepelente
dublado com manta em não tecido de alta absorção gramatura
de mínimo 400 g/m2, o adesivo utilizado na dublagem deve
ser respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor
de umidade, as sobreposições de peças deverão obedecer as
marcações; a altura do cano será conforme expressa em 129
milímetros, para o número 40, adequar para números maiores
e menores, medindo-se da parte interna (centro do calcanhar)
do cano até a parte mais alta, próxima ao último ilhós, com a
palmilha de limpeza. Solado e salto: Solado antiderrapante de
injeção direta bidensidade e bicomponente com entressola em
poliuretano poliéster baixa densidade e camada compacta em
TPU com excelentes propriedades de conforto e durabilidade; a
primeira camada (entressola), macia e leve, deverá ter no mínimo
0,4 g/cm3 de densidade e no mínimo 2 mm de espessura de
massa; a segunda camada (solado) camada compacta em TPU,
com excelentes propriedades de conforto e durabilidade deverá
ser resistente à abrasão, objetos cortantes e perfurantes, e ter
mínimo 1,0 g/cm3 de densidade e mínimo 2 mm de espessura de
massa, com antiderrapantes mínimo 6,0 mm de espessura total
entre as duas camadas compacta + entressola; salto medindo
no mínimo 20,0 mm de espessura (excluído o antiderrapante),
e com sistema de amortecimento de impacto na região do
calcanhar, devendo atender no mínimo 20 J de absorção de
energia no calcanhar

Artigo 3º - Retificar a redação do artigo 9º, da Resolução
SAP – 95, de 17-07-2017, que passa a vigorar com os seguintes
termos:
Parágrafo único: Esta Resolução entra em vigor na data
de sua publicação devendo a reposição dos uniformes ser feita
no prazo de até 180 dias, a contar da data de 17-07-2017,
ficando revogado o artigo 2º e incisos da Resolução SAP – 42,
de 07-04-2017.
Artigo 4º - Ficam ratificadas as demais disposições constantes
da Resolução SAP – 95, de 17-07-2017.
Artigo 5º - Esta resolução entra em vigor na data da sua
publicação.

53 comentários:

  1. uniforme ñ paga compras de mercado, ñ paga luz, água, telefone,remédios etc mas tem asps q são vibradores agora vão se achar puliça rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. entao o que vai ser, o da "XUXA"

    ResponderExcluir
  3. É ISSO AI HJ N MUDOU NADA NO EXÉRCITO AINDA BOTA É DA XUXA, SD USA COTURNO. MAS A SAP É UMA VERDADEIRA COMÉDIA.

    ResponderExcluir
  4. Tem unidade que só fornece 02 camiseta para os funcionários quando ficam velhas ou rasgam, a unidade n troca ai o funça tem que se virar tirar dinheiro do bolso pra compra uniforme. Como vai ser a distribuição desse uniforme, vai ser igual as camisetas? pra consegui uma camiseta é dificil imagina um uniforme completo. Ainda dizem que para o asp ir fazer acompanhamento em forum, hospital,etc... tem que ir bem trajado. isso ai é lenda.

    ResponderExcluir
  5. Inadimicivel somos Agentes de Segurança Penitenciária não podemos aceitar tal afronta.Manter Segurança e Disciplina vestidos de azul?
    Entrar pra fazer a contagem de no mínimo 120 detentos e normalmente entramos pra trancar entre 250 a 400 detentos somos ameaçados de morte por alguns detentos somos agredidos intimidação de toda ordem alguns diretores sem vontade alguma de fazer o que lhe obrigação tá difícil mais trabalhei com guardas os quais tive orgulho e vou fazer o melhor que posso que Deus proteja a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afff! "Inadimicivel" foi um estupro ao vernáculo. Imagino a ata que você redige.

      Excluir
  6. PATIFARIA ESSA PORCARIA DE UNIFORME QUERO É AUMENTO SALARIAL SEUS DESUMANOS

    ResponderExcluir
  7. bom dia tem previsão quando vão entregar para os servidores

    ResponderExcluir
  8. Eu quero ibagens, me da ibagens

    ResponderExcluir
  9. Bota pesada e sem cadarço? Vai ficar parecendo "bota de pedreiro." A PRF levou 3 anos de estudo para modificar seus uniformes adequando-os as condições necessárias exigidas no dia-a-dia.

    ResponderExcluir
  10. É já vi que não tem o minimo respeito pelo o que o ASP deseja , somos obrigado a usar este azul jegueira só porque a mamãe SAP tem estas cores jegues ,Não sou militar e sou funcionário publico civil, Se este Secretário não tem nem palavra de apoio junto ao governo em nos excluir da reforma da previdencia quie poder terá de nos obrigar a usar uniforme. Ele deveria nos credibilizar e nos deixar usar ou opinar por uniforme preto. Não vou me militarizar , nem a policia civil tem obrigação de usar uniforme ou fardamento?!!! Exceto o GOE.E na SAP o GIR ..Este secretário tem que conversar com o Governador , mas como tem medo de perder a cadeira, nunca terá coragem dde conversar sobre REPOSIÇÃO SALARIAL , Já que o aumento dele já lhe foi concedido qdo assumiu a cadeira de secretário junto com a gestão Alckim. E a categoria que se dane ... temos ai Agentes Penitenciários e AEVPS se suicidando e este cara não tem uma menção junto a categoria , É uma Vergonha de tê-lo como secretário da pasta . Até os Politicos disseram na cara dele Senhor Lorival pode ficar tranquilo que esta cadeira ninguém quer ...E ele feliz até esboçou um sorriso. ,es,o sabendo que estaria sendo zombada, Um ato imoral da parte de quem fez o comentário.Por favor pede pra sair .

    ResponderExcluir
  11. Jenis, ajuda os funcionários de Florínea, já faz um ano que diretor cortou Dejep e diz que não há necessidade de dejep, deve ser porque o prolabore dele ta garantido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz, a cadeia está com 130 presos pra 130 guardas! como ele vai alegar que precisa de funcionário?

      Excluir
    2. queria eu trabalhar em uma cadeia que tem uma população carcerária de 200 presos! Típico pensamento de ASP egoísta! Deve estar em choque com os 200 presos! A DEJEP deveria ser destinada a unidades que estão superlotadas. E vc só olhando seu lado. Vai arrumar um bico na rua seu comédia!

      Excluir
  12. AAHH!!! os puliça conseguiram "também" coturno....kkkkk

    ResponderExcluir
  13. É muita falta de ter o que fazer. Deveriam se preocupar com outras prioridades. LPT, LPTE, melhores salários, ninguém faz publicação de nada, né?! Funcionário bom vai sem bom com bota, com coturno, indiferente do fardamento... Assim como ruim, vai ser ruim, mesmo com o melhor ou o mais bonito fardamento.Acorda, Jão!

    ResponderExcluir
  14. Que porcaria é essa louro...?

    ResponderExcluir
  15. Só a sap mesmo!!! É o cúmulo da incompetência...

    ResponderExcluir
  16. Poderiam mudar a cor para uma cor descente menos azul e preto.

    ResponderExcluir
  17. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    A S.A.P nunca acerta.
    Bando de incompetentes, ta aí a prova.
    Querem colocar estilista do evento São Paulo Fashion Week para fazer uniformes operacionais. Vamos vestir logo um macacão cor de rosa.

    ResponderExcluir
  18. Meu sonho era trabalhar vestido de robocop...afinal não sou poliça e sou frustrado pela sap que não deixa me vestir igual soldado.

    ResponderExcluir
  19. Caramba agora vou passar no hot- dog do marquinhos vestido de coturno igual polícia...obrigado loro por realizar meu sonho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse hot dog do Marquinhos tá bombando kkkk

      Excluir
  20. tanta coisa pra se preocupa a sap vai se preocupar com botas.

    ResponderExcluir
  21. Pra cabá, quem vai usar couro vacum, pele de boi, aproveitando o ensejo de matar e matar animais, ampliando a maldade e absurdo, acorda ridículo, cuida tanto de ladrão, vagabundo,marginal e mata seres inocentes #ridículo

    ResponderExcluir
  22. mudam toda hora e nunca chega

    ResponderExcluir
  23. Resumindo, aquela bota de pedreiro (nada contra os pedreiros que aliás ja trabalhei como tal) que tem um monte no almoxarifado mas não dura duas blitz, aí o ASP sai pra apresentar preso no fórum meio guarda municipal, meio pedreiro ou apenas pedreiro tático

    ResponderExcluir
  24. Que tal usar macacão tipo de mecânico e sandálias é muito confortável.

    ResponderExcluir
  25. Descrevem como se fosse uma coisa de outro mundo ,quando chega é um coturno vagabundo.

    ResponderExcluir
  26. Made in BEC, by Cavalo de Aço, a bota que mata os guardas de dores nos pés.

    ResponderExcluir
  27. Está cheio de rebelde sem causa no sistema! Uma resistência muito grande em aceitar mudanças, são uns "gabrielões" mesmo.
    Usem o uniforme, dignifiquem a função e façam por merecer um bom reajuste salarial. Parem de gastar energia com neblina que logo passa.

    ResponderExcluir
  28. DIRETOR ADMINISTRATIVO VAI ENCHER A BURRA COM ESSE UNIFORME E NAO VAI CHEGAR MESMO.....

    ResponderExcluir
  29. Deixo no armário, só coloco na entrada do plantão, a tarde tiro e vou embora com minhas roupas normais. Simples assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o que vão entregar primeiro as botas ou os armários ?

      Excluir
  30. Reportagem monstra na Globo News sobre maus tratos a presos e visitas no CDP Pinheiros. Direitos "dos manos" caíram matando.
    Tremenda irresponsabilidade ficar divulgando isso, pode gerar outras rebeliões dos "braços gordos" e o creme covarde pode querer cobrar o coitado do guarda que não tem nada a ver.

    ResponderExcluir
  31. Chega logo estou sem roupa para trabalhar estou torcendo pra vir cesta basica junto com uniforme ai sim.

    ResponderExcluir
  32. Kkkk sandálias foi Hilário...kkkkkk

    ResponderExcluir
  33. Quero minha parte em dinheiro oh LOURO... Seu ignorante sem noção... Queremos nossa reposição salalial náo uniformes seu desequilibrazo

    ResponderExcluir
  34. Se for pra mudar tem que ser algo mais operacional, que imponha respeito e seja PRETO. Não essa bosta de camiseta do brás, calça trágica e bota de faxineiro. Se não for pra melhorar nossa imagem, que deixe a camiseta polo encardida mesmo.
    Queria saber quem foi o "intelijente" que disse que preto oprime o ladrão e que devemos usar azul panetone.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí Batman sai da sua caverna fictícia...vc acha que uniforme preto é bonito porque parece polícia...kkkk essa porcaria só esquenta e faz o guarda sofrer ainda mais nos interminaveis plantões de doze horas.

      Excluir
  35. cade o "zé" pra falar que o uniforme é impermeável ao molho do hot dog do Marcinho?

    ResponderExcluir
  36. Sou desVIADO de função, uso jeans coladinho e camisetinha gola V com tênis nutella, não ajudo em revistas e não rendo ninguém, desfilo com minha pastinha de papéis inúteis e dirijo a viatura do DG, como um office boy fazendo expedientes na cidade.Vocês acham que vou usar este uniforme? Agora se a SAP me der uma carriola de inox folheada a ouro por dentro e estofada com tecidos nobres, aí sim vou carregar as bolas do DG com alegria e conforto. NÃO QUERO NEM AUMENTO... HAHAHAH

    ResponderExcluir
  37. Verdade seja dita: Asp desviados de função sobrecarregam a segurança, são traidores da classe e da própria sociedade. Recebem salário para exercer uma profissão e barganham privilégios à custa de entregarem os companheiros, bajulando superiores hierárquicos, prevaricando e se omitindo o tempo todo. São "esquemas" do governo que não contrata profissionais e divide a classe com esses estratagemas diabólicos. Isso me causa ojeriza e desprezo. Admiro pessoas que são fiéis aos seus princípios e que nunca se vendem como Judas traidores.

    ResponderExcluir
  38. EU SOU A FAVOR DO USO DE UNIFORME, ASSIM NÃO PRECISO GASTAR MINHA ROUPA DE IR NA IGREJA.ENTENDERAM NÉ?

    ResponderExcluir
  39. Meu pai é pedreiro nunca deixou faltar nada em casa.tem um filho que agente pra ele é um orgulho respeita os pedreiros.

    ResponderExcluir
  40. Tem unidade da região central que comprou bota para os presos trabalharem kk na cor marron escuro. ChegA para ladrão pro guarda n chega nada.

    ResponderExcluir
  41. Esses caras que falam que é asp e trampa na administração,o salário deveria ser compatível com a função. É justo guarda que pede seguro ganhar a mesma coisa do guarda que trabalha na carceragem? Desvio de função é ilegal, que achar de um secretaria que não está de acordo com a lei.

    ResponderExcluir
  42. Esse uniformes será mais um instrumento de punição que a SAP vai usar contra o FUNÇA né, não tá uniformizado, além do mais servira também pro ladrão descola o FUNÇA em um assalto, e tem funça que acha isso lindo.
    Na minha opinião uma FUNCIONAL decente... seria o suficiente.

    ResponderExcluir
  43. FAZ UMA DÉCADA QUE ESPERO POR UM PAR DE BOTAS. É MUITA AREIA NA CARA DO GUARDA! KKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.